Sobre: Holanda

Aninha,

Wie geht es dir?

Com toda a correria no seu pré viagem, acabei não te contando muito sobre minha viagem pra Europa em Abril, então queria te falar um pouco sobre uma “festinha” europeia digna de nossos carnavais no Rio (nas devidas proporções, claro!). Você poderia tentar ir ano que vem, acho que você gostaria muito, mesmo que seja para voltar a um lugar já conhecido.

Foi meio por acaso que eu descobri esse feriado, estava achando meio estranho os preços de acomodação em Amsterdam no período e aí um amigo meu que estava na Europa me disse que era por causa do famoso Koningsdag. A tradução desse termo para o português seria “Dia do Rei”, conhecido no mundo como “King’s Day!”

É engraçado pensar que no país da liberdade e da tolerância, o regime político seja uma Monarquia Parlamentarista; só digo isso porque geralmente quando pensamos em Monarquia, logo vem na cabeça a ideia de “formalidade”; só que voltei inclusive pensando que muitas vezes nós com nossas meras Repúblicas Presidencialistas é que somos bem obsoletos…

Enfim, isso não vem ao caso agora, vou te contar mais sobre o feriado.

O King’s Day cai todos os anos no dia do aniversário do Rei ou Rainha, não é um feriado “fixo”, depende de quem está no poder, se fosse uma Rainha, o dia se chamaria Koninginnedag (Dia da Rainha – Queen’s Day ). Na verdade a tradição foi iniciada por uma rainha, só a partir de 2013 é que o dia se tornou “King’s” Day.

No momento é esse moço aqui que faz uma das maiores festas de aniversário do mundo, o Rei Willem-Alexander Claus George Ferdinand; ou como é popularmente conhecido – Rei Guilherme Alexandre, dos Países Baixos:

Imagem:  Euronews.com

Imagem: Euronews.com

Eu comparei aos nossos carnavais, porque é um dia que todo mundo sai às ruas (com a bênção do clima ameno do início da primavera Europeia¹) em uma festa gigante a céu aberto; tem música por todos os cantos, apresentações e muita, mas muita gente mesmo! É feriado no País todo e além de gente de vários lugares do mundo, muitos nativos e Europeus no geral saem das suas cidades pra passar esse dia em Amsterdam.

Esse ano, 27 de Abril caiu em uma segunda-feira, então já imagina né? Foi o final de semana do “Rei”! Eu cheguei um pouco antes do dia 27 na cidade e a diferença no número de pessoas na quinta à noite pra sexta foi surreal. Ano que vem o dia cai em uma quarta feira, então se puder ir, vai ser melhor ainda sua “semana” do rei.

Imagem: Pendulo.org

Imagem: Pendulo.org

Se quiser ir com algum amigo seu que nunca tenha ido a Amsterdam, é melhor ir um pouco antes de feriado, no dia em si a Casa da Anne Frank não estava aberta, nem o Rijksmuseum e Museu do Van Gogh; então imagino que muitos outros atrativos também não funcionem, fora que nos dias anteriores ao feriado, a cidade já fica bem cheia.

Inclusive, é praticamente impossível achar um lugar pra estacionar sua bike nesse dia,  então é interessante estar hospedado na Região do Vondelpark ou Red Light District, até a locomoção pelos canais vira festa, então é melhor estar a pé dos principais pontos de agito.

Imagem: Expedia Blog Co Uk.

Imagem: Expedia Blog Co Uk.

 

Ah, e como você já deve ter percebido, o mais importante é: todo mundo se veste de laranja! E as lojinhas só vendem coisas laranja, e tudo é laranja e a comida fica laranja e a cidade fica enfeitada de laranja e as pessoas viram laranjas e por aí vai…

 

Imagem: acervo pessoal.

Imagem: acervo pessoal.

 

Imagem: acervo pessoal.

Imagem: acervo pessoal.

 

 

 

Imagem: acervo pessoal.

Imagem: acervo pessoal. Ps: Focar alí nas pluminhas laranjas, no laço laranja, no cinzeiro laranja e no canto superior direito, que tem um moletom laranja!

 

Laranja? Nunca tinha me perguntado isso até esse dia; afinal, o fato do time Holandês jogar de laranja e da cor que os Holandeses usam em eventos ser laranja era algo óbvio pra mim, a cor oficial da Holanda é Laranja, ué!

Só que não!

Bem nessa hora olho para umas bandeirinhas (sou péssima pra bandeiras, não sei de cabeça quase nenhuma – a do Brasil e olhe lá; mas pode me perguntar sobre capitais se quiser, rs!).  Enfim, a cor da bandeira da Holanda é vermelha branca e azul e a de Amsterdam vermelha, preta e branca! Então por que laranja?

Fui perguntar para o moço de um bar e:

 –  “We live at “Orange” dynasty, lady!“  (Vimemos na dinastia “Orange”, moça!)

Ok, a cor faz referência ao sobrenome de origem da família real! Entendi!

Será que era tão obvio assim?  Pois de acordo com a cara que esse moço fez  ao ouvir essa pergunta, caso eu tivesse um país, a cor seria em referência à dinastia dos estrangeiros estranhos que fazem perguntas ofensivas… Mas tudo bem!  Já era quase feriado, estava tudo lindo e a cerveja era boa.

No ano que vem se animar de ir, beba uma Amstel² sentada na borda do Amstel³ por mim!

Até breve,

Carol.

 

 

¹ – Por clima ameno do inicio da primavera Europeia, entenda que isso em Amsterdam varia de 13°C / 3°C, e que pode ser que dê uma garoadinha dia ou outro, fato que pra nós brasileiros = blusa de lã. Para Europeus = Fim do inverno rigoroso + sorvete todo dia + camiseta!

² – Cerveja típica, menos conhecida mundialmente do que a Heineken, mas que é igualmente oferecida em bares locais.

³ – O rio Amstel é o principal rio dos Países Baixos, seu nome foi tido como inspiração para a criação da nomenclatura da capital, Amsterdã.

 

Escrito por Carolina

Carolina Casimiro, 23 anos, formada em Turismo pela ECA/USP. Pondera mil vezes antes de tomar qualquer decisão, exceto quando se trata de suas paixões; como viagens, ou qualquer experiência nova que lhe desafie. Se apaixona perdidamente todos os dias por novos lugares e ama uma boa conversa. É Paulistana mas já quis ser Carioca, Brasiliense ou até mesmo ficar no meio da floresta. Agora decidiu ser Mineira, recém chegada em Belo Horizonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *